Famosos internacionais apoiam campanha contra Jair Bolsonaro.

0
12

Posicionamento político das celebridades vêm se mostrando cada vez mais importante para um bom relacionamento com os fãs.

Depois da cantora Anitta ser massacrada nas redes sociais por não manifestar publicamente seu repúdio contra o candidato do PSL à presidência, vários artistas internacionais se pronunciaram contra o presidenciável .A cantora Nicole Scherzinger, famosa por liderar o grupo The Pussycat Dolls nos anos 2000 escreveu em seu Twitter “Para todos os meus fãs no Brasil: Estou mandando muito amor. Levantem-se pela igualdade, respeito e amor. Não deixem de votar nas próximas eleições presidenciais e façam suas vozes serem ouvidas”.

Vocalista da banda Imagine Dragons, Dan Reynolds compartilhou uma matéria crítica  sobre o candidato de extrema-direita em seu Twitter com a legenda “Isso não representa o Brasil que conheço e amo”.

O cantor também usou uma camisa com a hashtag #EleNão nos bastidores do iHeartRadio Music Festival realizado neste sábado (22/9) em Las Vegas.

A mesma matéria publicada por Dan, também recebeu compartilhamentos das cantoras Dua Lipa e Kehlani. Ambas usaram a hashtag #EleNão, e Kehlani escreveu “Fique firme, Brasil!”.

Quem também se manifestou foi o DJ americano Diplo, que produziu a parceria “Então Vai”, com Pabllo Vittar. Ele também compartilhou a hashtag em suas redes sociais.

Drag queen Shangela, participante do reality show “RuPaul’s Drag Race” também aderiu ao #EleNão, e pediu que seus fãs defendessem a igualdade, o respeito e o amor nas próximas eleições.

O público internacional está se interessando cada vez mais pelas eleições brasileiras após os jornais The New York Times e The Economist divulgaram matérias e editoriais críticos sobre o candidato do PSL à presidência.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário
Insira seu nome aqui