Provocaram mudanças de posturas no Palmeiras as trocas de técnicos.

0
8

Cinco meses depois da final do Campeonato Paulista, o Palmeiras volta a receber o Corinthians no Allianz Parque com uma situação muito diferente no elenco, mas sem mudanças nos bastidores.Diretoria mantém a saga nos tribunais para tentar impugnar a decisão, sob o argumento de interferência externa na arbitragem. Para este mês, o clube aguarda um novo julgamento no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). No mês passado , o Palmeiras conseguiu com que órgão aceitasse o pedido para avaliar o caso, depois de revés na esfera estadual.

Elenco teve conversas dias atrás justamente sobre a final do Paulistão. “É questão da diretoria, a gente não pode carregar isso para sempre, porque, querendo ou não, isso pode ficar no nosso subconsciente”, disse o zagueiro Luan.

Pelo menos em campo o Palmeiras de setembro é diferente ao de abril. O técnico Roger Machado saiu e veio Luiz Felipe Scolari, com outra proposta de jogo. A equipe atual tem a defesa mais consistente e busca o gol com mais paciência e troca de passes.

Goleiro Weverton e o zagueiro Edu Dracena ganharam vaga e o meia Lucas Lima perdeu espaço. A equipe vive a estabilidade dos bons resultados recentes, a esperança de estar bem em 3 competições diferentes e a confiança de revezar titulares e manter bom desempenho. Continua, no entanto, o temor de que tanto favoritismo possa atrapalhar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário
Insira seu nome aqui